Pronnus Tecnologia

Data Center: saiba o que é e como funciona

Tudo o que a gente acessa está muito bem armazenado em máquinas super potentes, extremamente seguras e que nunca desligam, chamadas de servidores. E os servidores, por sua vez, estão instalados em espaços ainda mais seguros, que chamamos de data centers. Simplificando, data center é uma instalação física onde estão os servidores que armazenam arquivos e processam informações.

As empresas podem montá-los em um rack, em uma sala ou até mesmo em edifícios específicos. No entanto, seja qual for o tamanho do data center, ele não é tão simples quanto pode parecer: é necessário projetá-lo e executá-lo de forma que nada impeça o seu funcionamento. Afinal, é nele em que estão os servidores que rodam os aplicativos e os sistemas que utilizamos todos os dias. Sem eles, uma empresa pode simplesmente parar.

Como é um data center?

Os data centers não são todos iguais. A começar pela sua construção: eles podem ser salas tradicionais, edifícios construídos especificamente para isso, containers ou salas cofre (a Microsoft, inclusive, tem um projeto de data centers submarinos já testado com sucesso). Mas, independentemente da forma da sua estrutura, o data center precisa garantir a segurança dos servidores e das informações neles armazenadas. 

Por isso, durante a construção, é essencial atender aos requisitos de segurança física. Isso inclui proteções contra incêndios, inundações, desastres naturais, invasões e acesso de pessoas não autorizadas. Além disso, é fundamental considerar a segurança lógica, implementando controles de acesso, criptografias e aplicações contra ataques ou invasões.

Os tipos de data center

Os data centers classificam-se de acordo com suas camadas de proteção, ou seja, quanto mais camadas, mais proteção e segurança oferecidas. Essas camadas são chamadas de redundância ou “tiers”, representando as repetições de equipamentos que garantem a continuidade do sistema caso ocorra algum problema na camada principal. Além disso, isso vale desde questões como a falta de energia até garantia de disponibilidade em caso de desastres naturais. Nessa classificação, os data centers são certificados a partir de quatro níveis.

Esses níveis são responsáveis por definir o grau de confiabilidade e disponibilidade, oferecendo diferentes níveis de redundância e segurança.

  • Data Center Tier 1: infraestrutura básica, sem redundâncias.
  • Data Center Tier 2: possui componentes redundantes em sistemas críticos, como energia e refrigeração, entregando maior proteção contra riscos físicos.
  • Data Center Tier 3: além das redundâncias do tier 2, permite realizar manutenções sem paralisar as atividades. 
  • Data Center Tier 4: possui várias redundâncias, sendo praticamente imune a indisponibilidades e quedas.

Outra classificação é a respeito da arquitetura de armazenamento de dados

  • Data center físico próprio: também conhecido como on-premisses ou enterprise. É o data center corporativo tradicional, que fica localizado dentro da própria empresa. 
  • Data center em nuvem: é aquele hospedado em um provedor que detém a infraestrutura física e os servidores onde os dados são hospedados. A gestão das operações fica a cargo da empresa fornecedora e isso proporciona uma redução na necessidade de espaço físico e de hardware da própria empresa.
  • Data center edge (ou data center de borda): é implantado perto dos consumidores finais para reduzir a latência e elevar a rapidez e a qualidade na entrega das mensagens. 
  • Colocation: é a armazenagem de dados em um espaço compartilhado com outras empresas. As empresas alugam uma infraestrutura e cada usuário instala seus próprios servidores.
  • Hyperscales (ou hiperescalas): são os data centers de marcas como Google, Amazon, Microsoft e Apple e ouros provedores, que podem abrigar até milhões de servidores.
  • Data center híbrido: é a combinação do data center próprio instalado na empresa com a utilização de nuvens para blocos de serviço ou backup. 

Por que a escolha do Data Center ideal é tão importante?

Desde as atividades mais simples do nosso cotidiano, como acessar a internet, entrar numa rede social e pagar uma conta no aplicativo do banco, até atividades profissionais complexas, como uma automação industrial, todas elas acontecem dentro dos servidores instalados nos data centers. Além disso, esses data centers desempenham um papel fundamental na infraestrutura tecnológica atual.

O data center está no centro do funcionamento da empresa. Além disso, é o seu cérebro: nele estão concentrados as informações, sistemas, controles, automações e o relacionamento com seus públicos. No entanto, é necessário processar tudo isso de forma eficiente e segura. Dessa forma, proporcionando a proteção de dados pessoais, informações de propriedade intelectual e do negócio como um todo. Para isso, são adotadas medidas robustas de segurança e estratégias avançadas de gerenciamento de dados.

O que deve ser considerado antes de contratar uma solução?

É a necessidade e o objetivo do seu negócio que irão nortear a melhor escolha de um data center. Se a operação da sua empresa depende de uma atuação e controle local e, além disso, você não tem problemas com espaço físico, pode avaliar a possibilidade de um data center próprio. No entanto, é importante ter em mente a necessidade de pessoas especialistas dentro da sua empresa para dar o suporte necessário. Dessa forma, a equipe interna pode garantir o correto funcionamento do data center, realizar manutenções e lidar com eventuais problemas de forma ágil e eficiente.

Se, por outro lado, a sua empresa quer otimizar custos em relação à estrutura e equipe própria, pode optar por um data center em nuvem, certificando-se sempre da disponibilidade do data center, da política de proteção de dados e do plano de contingência para situações de emergência.

Seja qual for a sua escolha, certifique-se:

– Da segurança da estrutura física 

– Dos sistemas de segurança digital

– Da disponibilidade de atendimento e suporte humano

– Das certificações de qualidade e qualificações técnicas 


Leve sempre em consideração as necessidades atuais e futuras da sua empresa. Assim, você poderá encontrar a opção que melhor ofereça disponibilidade, escalabilidade, custos otimizados e performance.

A Pronnus, além disso, possui uma equipe especializada que pode auxiliar você a encontrar a melhor solução em data centers e, além disso, para outras questões de TI da sua empresa, independente do porte do seu negócio. Nossos especialistas estão capacitados para analisar suas necessidades específicas e oferecer soluções personalizadas, garantindo a eficiência e o sucesso do seu ambiente tecnológico. Entre em contato com a gente.

Últimas Notícias

Receba nossos
conteúdos gratuitamente
Deixe sua mensagem que logo entraremos em contato!