Pronnus Tecnologia

Endpoint Detection and Response: a próxima geração de antivírus

Com a crescente adoção do trabalho remoto, a segurança robusta de endpoints assume um papel ainda mais crucial dentro das estratégias de cibersegurança. A implementação de uma solução EDR eficaz se torna imprescindível para salvaguardar tanto a organização quanto os colaboradores remotos, garantindo proteção contra as crescentes ameaças cibernéticas. Entenda o que é o EDR, como essa solução funciona e como aplicar à estratégia de segurança da sua empresa. 

O que é o EDR?

O EDR, que significa Endpoint Detection and Response, ou Detecção e Resposta de Endpoint, é uma tecnologia de cibersegurança baseada na detecção e resposta de ameaças nos dispositivos finais, ou endpoints, de uma rede (computadores, laptops, smartphones, servidores, entre outros). Ao contrário dos antivírus tradicionais, o EDR adota uma abordagem mais proativa e avançada para identificar possíveis ataques maliciosos.

Como funciona um EDR?

O EDR baseia-se na coleta de informações em tempo real destes dispositivos em redes, como informações sobre processos em execução, atividades da rede e comportamento do usuário. Por meio da criação de padrões via aprendizado de máquina ele identifica atividades suspeitas. Após uma atividade suspeita acontecer, o EDR alerta para o ocorrido, permitindo uma tomada de decisões em tempo real e a ação sobre a possível ameaça.

Conheça as principais diferenças entre antivírus tradicionais e EDR

O EDR e os antivírus possuem o mesmo objetivo, que é a proteção, mas a forma como eles operam é diferente. Entendas as principais:

Foco da detecção

Os antivírus tradicionais funcionam ao identificarem ameaças já conhecidas, enquanto o EDR utiliza análise comportamental e aprendizado de máquina para detectar ameaças.

Resposta em tempo real

O EDR interpreta os dados coletados em tempo real, permitindo detecção e resposta imediata às ameaças, enquanto os antivírus tradicionais realizam varreduras periódicas.

Identificação de ameaças avançadas

O EDR é capaz de identificar ameaças avançadas, como ataques de dia zero e ameaças persistentes avançadas (APTs), que podem passar despercebidos pelos antivírus tradicionais.

Monitoramento avançado

O EDR fornece informações mais detalhadas do que os antivírus tradicionais sobre o comportamento das ameaças. Dessa forma facilita a resolução de cada caso via análises mais profundas.

Por que o EDR é melhor do que os métodos tradicionais de análise pós-violação

Muito se fala atualmente nos EDRs devido a alguns fatores cruciais que os fazem melhores no sentido de análises pós-violação, como a detecção precoce das ameaças, a análise comportamental dos atacantes, as ações automáticas mais completas que oferecem, a maior visibilidade sobre os incidentes e suas causas, a localização de indicadores de comprometimento, o aprendizado de máquina, entre outros. Tudo isso faz do EDR uma solução mais completa e eficiente no sentido de proteção cibernética.

Como encaixar o EDR na estratégia de segurança da sua empresa

A adesão do EDR na estratégia de segurança cria uma camada a mais de proteção ao ambiente de TI, mas é importante que o processo seja feito de forma planejada. Antes de mais nada, é fundamental realizar uma avaliação do cenário atual e das necessidades, conhecer as soluções disponíveis, realizar integrações com as outras ferramentas de proteção já disponíveis, treinar a equipe e monitorar os resultados.

Ao adotar o EDR, sua empresa fortalece sua cibersegurança e garante a proteção dos dados e dispositivos.

Conte com o que há de melhor em segurança cibernética

Preencha as brechas na sua infraestrutura e reduza os riscos de incidentes por meio de uma solução de segurança cibernética inteligente e preventiva. Consulte agora mesmo nossos especialistas.

Últimas Notícias

Receba nossos
conteúdos gratuitamente
Deixe sua mensagem que logo entraremos em contato!