Pronnus Tecnologia

O que é autenticação multifatorial e sua importância para a segurança cibernética

Em um mundo onde a conectividade reina e nossos dados estão em constante registro, garantir a segurança de nossas contas e informações pessoais se tornou uma prioridade essencial. No entanto, as senhas tradicionais, infelizmente, estão cada vez mais suscetíveis a ameaças. É neste cenário que a autenticação multifatorial (MFA) emerge como um elemento crucial para proporcionar proteção adicional. Neste artigo, você vai entender o que é a autenticação multifatorial e por que ela desempenha um papel fundamental na segurança cibernética do seu negócio. Aproveite a leitura!

O que é autenticação multifatorial?

A autenticação multifatorial é uma estratégia de segurança que se baseia na utilização de mais de um tipo de confirmação por parte dos usuários para acessar uma conta ou sistema. Sendo assim, podemos dizer que essa abordagem acrescenta camadas extras de proteção além da tradicional senha, exigindo múltiplas confirmações antes de conceder o acesso. Isso assegura que somente indivíduos devidamente autorizados obtenham acesso às contas, mesmo que alguém tenha conhecimento da senha.

Como funciona a autenticação multifator

Para facilitar o entendimento, imagine que você quer entrar em uma casa e chegar até a cozinha. Se a casa possuir apenas uma porta, basta você colocar a chave na fechadura e terá acesso ao cômodo que deseja. No entanto, se a casa possuir um portão, uma guarita com reconhecimento facial e duas portas antes de chegar até à cozinha, você precisará de diversas chaves diferentes. Assim como nesse exemplo, a autenticação multifatorial funciona de maneira semelhante, envolvendo três fatores principais:

Fator de Conhecimento

Trata-se de informações que o usuário detém, como um código PIN ou uma senha. É algo que ele memoriza.

Fator de Posse

Está relacionado a algo que o usuário possui, como um smartphone ou um cartão de acesso. É algo que ele precisa ter consigo para obter acesso.

Fator de Inerência

E por último, o fator de inerência, que se refere àquilo que o usuário é, como sua biometria, reconhecimento facial ou de voz. Essas são informações exclusivas do usuário.

Para obter acesso a uma conta protegida por autenticação multifatorial, o usuário deve passar por dois ou mais desses fatores. Por exemplo, após inserir a senha (fator de conhecimento), o usuário pode receber um código de autenticação em seu aplicativo móvel (fator de posse) ou usar o reconhecimento facial (fator de inerência) para confirmar sua identidade.

Quais os tipos de autenticação multifator

Existem muitas maneiras de se implementar a autenticação multifator, sendo as mais populares:

SMS ou E-mail

O usuário recebe um código de autenticação via SMS ou e-mail, que deve ser utilizado na conta desejada.

Aplicativos de Autenticação

Aplicativos móveis geram códigos de autenticação temporários para o usuário acessar suas contas.

Biometria

Utiliza características únicas do usuário, como impressão digital ou reconhecimento facial. Dessa forma, apenas o usuário pode liberar o acesso, sendo amplamente adotada em smartphones.

Autenticação por Certificado Digital

Principalmente utilizado em ambientes corporativos, envolve o uso de certificados digitais para autenticar o usuário.

Autenticação por Reconhecimento de Padrões

Envolve o reconhecimento de gestos na tela sensível ao toque ou padrões de toque em uma imagem para identificar o usuário.

Qual a diferença entre autenticação multifatorial e autenticação de dois fatores?

A maior diferença entre a autenticação multifatorial e autenticação de dois fatores (2FA) está na quantidade de camadas de proteção. Enquanto o 2FA requer apenas dois elementos, geralmente uma senha (fator de conhecimento) e um dispositivo como um smartphone (fator de posse), a autenticação multifatorial exige pelo menos três elementos, elevando o nível de segurança.

Quais as vantagens da autenticação multifator?

As vantagens da autenticação multifatorial são inúmeras, incluindo:

  • Maior segurança: A proteção adicional dificulta a vida dos invasores, tornando mais complexo o acesso não autorizado.
  • Menos riscos: Redução das chances de violação de dados e perda de informações sensíveis, fatores cruciais na era digital.
  • Conformidade com regulamentações: Muitos padrões de segurança e regulamento exigem o uso da autenticação multifatorial para garantir a conformidade.
  • Facilidade de Uso: Em muitos casos, a autenticação multifatorial se torna mais conveniente para os usuários, eliminando a necessidade de memorizar senhas complexas.
proteja as informações da sua empresa com a autenticação multifatorial

Melhores práticas na autenticação multifatorial

Para obter o máximo benefício da autenticação multifatorial, é importante seguir algumas práticas recomendadas:

  • Treinamento dos Usuários: Garanta que os usuários compreendam como a autenticação multifatorial funciona e a importância de seu uso.
  • Diversidade de Fatores: Utilize diferentes fatores de autenticação para tornar os sistemas ainda mais seguros.
  • Monitoramento e Ajustes: Realize um monitoramento constante e ajuste as configurações dos sistemas conforme necessário para otimizar a segurança.
  • Planos de Recuperação: Tenha planos de recuperação de acesso em caso de perda de informações de autenticação em sistemas que utilizam autenticação multifatorial.

Tenha um parceiro especialista em segurança da informação

Com a Pronnus, sua empresa tem à disposição uma solução abrangente de proteção cibernética. Desde o backup até a recuperação de desastres, passando pela proteção contra ransomware baseada em IA, além de sincronização e compartilhamento de arquivos. Com essa solução integrada, você pode garantir a segurança dos seus dados e a continuidade dos seus negócios de forma eficiente e confiável. Fale com nossos especialistas e saiba mais.

Últimas Notícias

Receba nossos
conteúdos gratuitamente
Deixe sua mensagem que logo entraremos em contato!